Inchaço durante a gravidez necessita atenção?

Embora seja natural, o inchaço durante a gravidez necessita de vigília e atenção, no entanto, os edemas ao final da gestão são bem mais comuns, isso porque o útero comprime as vias abdominais ocasionando a retenção de líquidos e, geralmente, se traduzem no inchaços das pernas e dos pés.18

Para amenizar o incômodo, existem algumas técnicas que podem ser adotadas.

– Evite ficar de pé por muito tempo e, ao sentar, procure deixar as pernas elevadas.

– Mulheres que trabalham grande parte do tempo sentadas devem optar por meias elásticas e, periodicamente, levantar e fazer algum tipo de alongamento corporal.

– Deixe os sapatos apertados no guarda-roupas; eles potencializam ainda mais o inchaço.

– Adote a água como companheira diária e ingira bastante líquidos.

Você suspeita de endometriose?

Seria interessante acompanhar a intensidade do desconforto e o impacto que ele causa fazendo anotações sobre este andamento, se há progressividade das dores ou não.

Havendo agravamento e/ou insistência dos desconfortos, o ginecologista deverá ser consultado.

O ginecologista avalia os sintomas, analisa o histórico e faz um exame de toque para verificar se há cistos, dor ou áreas de rigidez.

O ultrassom transvaginal também é usado para verificar se há cistos no ovário, no entanto, o único jeito de confirmar a endometriose é através de uma videolaparoscopia, um exame invasivo em que uma câmera é inserida nos órgãos reprodutivos da mulher.